Serpentes

Fatos sobre as Serpentes

Serpentes são longas carnívoras de sangue frio. Elas são diferentes dos lagartos porque elas não têm pernas, pálpebras ou orelhas. Elas têm coluna vertebral e a sua pele é coberta por escamas. A pele da serpente é seca e não viscosa. As serpentes são répteis, como os lagartos e as tartarugas.

A maioria das serpentes têm crânios com muitas articulações. Estas articulações são altamente móveis e elásticas. As articulações permitem que elas possam engolir presas enormes, até mesmo maiores que suas cabeças. Já que as serpentes têm um corpo muito magro, seus rins são localizados um em frente ao outro e não lado a lado como os nossos rins. A maioria das serpentes têm somente um pulmão.

As serpentes são encontradas em todos os continentes, exceto a Antártica. Existem cerca de 2900 espécies de serpentes. Nós podemos até encontrar algumas bem pequenas, como a serpente cega – de apenas 10 centímetros de comprimento. Existem também algumas realmente enormes como as serpentes píton e as jiboias.

As Maiores Serpentes do Mundo

Pesquisadores recentemente descobriram os restos fósseis de uma serpente enorme, a Titanoboa, que tinha 15 metros de comprimento e pesava mais de uma tonelada! Esta é a maior serpente já encontrada. A maior serpente ainda viva, com 9 metros de comprimento é a Píton Reticulada. A Sucuri Verde é mais curta, com cerca de 7,6 metros, mas é a serpente mais pesada da Terra. Ela pode pesar cerca de 97,5 quilos. Nenhuma destas serpentes enormes são venenosas. A maior serpente venenosa do mundo é a Cobra Real.

A menor serpente em vida é a Leptotyphlops Carlae. Ela tem apenas cerca de 10 centímetros de comprimento. Ela é tão fina quanto um macarrão! Então, você pode ver que nem todas as serpentes são enormes, como a Píton-Reticulada ou a Sucuri-Verde. Em sua maioria as serpentes são bem pequenas, com menos de 1 metro de comprimento.

A Very Small Snake
Uma serpente muito pequena

A maioria das serpentes não é venenosa. Aquelas que têm veneno o usam mais para caça que para proteção. As serpentes venenosas têm dentes especiais (suas presas) para injetar o veneno nas suas vítimas. Algumas serpentes têm um veneno muito forte, que pode causar uma lesão dolorosa ou até mesmo a morte em seres humanos. Então, cuidado com as serpentes venenosas! As serpentes não venenosas comem sua presa viva, ou a mata enrolando-se firmemente em volta do seu corpo algumas vezes.

Os olhos das serpentes são cobertos por escamas transparentes, como se fossem óculos. Seus olhos estão sempre abertos, mesmo quando elas dormem, porque elas não têm pálpebras. Interessante, não? Mas suas retinas podem ser fechadas, ou elas podem enterrar o rosto entre as dobras do corpo quando dormem. Sendo assim, se uma serpente estiver toda encaracolada, não a perturbe. Ela está em seu sono de beleza. Você terá um grande problema se perturbá-la!

As serpentes trocam de pele de uma só vez, não aos poucos. Antes de trocar de pele, a serpente para de comer e frequentemente se esconde num lugar seguro. A superfície interna da pele velha se umedece e isto ajuda a pele velha se separar da pele nova. Seus olhos se tornam esbranquiçados ou azularados logo antes da troca de pele. A pele velha não tem cor. Depois de alguns dias, seus olhos clareiam novamente. Elas trocam de pele por duas razões. Primeiro, porque a pele velha precisa ser reposta. Segundo, trocando de pele as serpentes são capazes de livrarem-se de ácaros e carrapatos.

A pele velha se rompe perto da boca da serpente. As serpentes rastejam para fora da pele velha esfregando-se contra superfícies ásperas. A pele velha é descascada para trás sobre o corpo da serpente da cabeça até a cauda em um só pedaço, como tirar uma meia de dentro para fora. As serpentes mais velhas trocam de pele apenas uma ou duas vezes por ano, mas as mais novas trocam de pele até 4 vezes por ano. Você pode realmente ver o desenho das escamas perfeitamente na pele velha!

Encantadores de Serpentes

Algumas serpentes têm boa visão, outras não. Cobras que vivem em árvores têm a melhor visão, mas serpentes escavadoras têm a pior. As serpentes sentem o cheiro e o sabor dos odores no ar com suas línguas bifurcadas. Elas movem a língua o tempo todo. A língua capta partículas odoríferas no ar, solo e água. Já que as serpentes sentem cheiro com sua língua, ela não sente cheiro com o seu nariz – as narinas das serpentes são usadas somente para respirar. Elas não têm orelhas, ao invés elas escutam com os ouvidos internos. Você já viu um encantador de serpentes? Um encantador de serpentes toca uma música com sua flauta e a serpente responde ao movimento da flauta – mas não ao ruído, porque a serpente não tem um ouvido externo.

Snakes Smell With Their Tongues
Serpentes sentem cheiro com a língua – foto por Piet Spaans

O corpo da serpente é muito sensível às vibrações quando em contato com o chão. Portanto, uma serpente pode sentir a vibração de qualquer animal perto delas. Algumas das serpentes que são ativas durante a noite, como as Cobra-Covinhas e as pítons, têm sensores de calor para ajudá-las a localizar aves e outros animais de sangue quente que elas caçam.

Cobras e víboras usam veneno para matar suas presas. O veneno se parece com saliva e é injetado através de suas presas. Se uma serpente não venenosa morde, ela também causa dano, assim como uma mordida de outro animal, mas apenas as serpentes venenosas injetam veneno.

Todas as serpentes são carnívoras. Elas comem animais de pequeno porte como lagartos, sapos, outras serpentes, pequenos mamíferos, aves, ovos, peixes, caramujos ou insetos. Existem aves, mamíferos e outras serpentes (por exemplo as Cobras-Rei) que caçam e comem serpentes venenosas, seus corpos desenvolveram resistência e imunidade aos venenos.

Serpentes não podem mastigar ou cortar sua comida em pedaços, elas têm que engolir seu jantar por inteiro. Sendo este o caso, as serpentes menores comem presas menores. Píton jovens somente comem lagartos ou ratos, mas conforme crescem, eles caçam vítimas maiores, como porcos ou veados.

Serpentes têm uma mandíbula inferior muito elástica, o que as permite abrir a boca o suficiente para engolir sua presa inteira. Elas podem até engolir presas com diâmetro maior que elas mesmas! Por exemplo, a não-venenosa serpente-comedora-de-ovos Africana, que é encontrada na África tem uma mandíbula elástica feita para comer ovos muito maiores que o tamanho de sua cabeça. Esta serpente não tem dentes, mas têm ossos que saem de sua espinha vertebral que são usados para quebrar as cascas dos ovos depois que ela os engole.

A maioria das serpentes do mundo comem todos os tipos de animais. Mas existem serpentes que só comem outras serpentes! Por exemplo, as Cobras-Reais e as Bandy-Bandy Australianas comem outras serpentes. Um tanto quanto tolo, não é? Serpentes que comem caramujos têm mais dentes no lado direito da boca que no lado esquerdo, porque as conchas de suas vítimas são geralmente espiraladas no sentido horário. Algumas serpentes venenosas injetam o veneno na presa para matá-la antes de comê-la. Outras serpentes matam a presa enrolando-se firmemente a sua volta, e outras serpentes não têm pena, engolem a presa inteira e viva.

Depois de comer as serpentes tornam-se inativas. Como se estivessem dormindo. Durante este período de inatividade elas digerem a comida dentro de sua barriga. Este é um processo intenso, especialmente se a gulosa serpente engole um animal maior que ela! Já que as serpentes têm sangue frio, a temperatura externa afeta a digestão. A melhor temperatura para a digestão em serpentes é de 30C. Então, as serpentes precisam de fato aumentar sua taxa metabólica para ter certeza de que são capazes de digerir o que comeram. Durante este período de digestão intensa, se a serpente é ameaçada ela vomita sua presa para que possa escapar e se proteger. Eu acho que é porque se elas estão muito pesadas com a barriga cheia do almoço seria mais difícil de fugir e evitar se tornar o almoço de outro!

Se a serpente consegue ficar sozinha e quieta para digerir sua comida apropriadamente, suas enzimas digestivas dissolvem e absorvem tudo com exceção dos cabelos, penas e garras da vítima. Estes são eliminados mais tarde pelo cocô da serpente.

Apesar das cobras não terem pernas elas podem se mover rastejando. Elas usam as escamas especiais da barriga para mover-se As escamas do seu corpo podem ser lisas ou ásperas. Elas têm formas diferentes de movimentar-se dependendo de onde vivem. A maioria das cobras usam a “ondulação lateral”, o que significa “ondulado de lado a lado”. Quando elas se movem o seu corpo se dobra para a esquerda e para a direita, fazendo um desenho ondulado que ajuda a serpente a mover-se adiante. Todas as serpentes que vivem dentro ou perto d’água se movem assim, e também a maioria das que vivem em terra.

Uma outra forma que as serpentes podem mover-se é o método “sinuoso lateral”. Este é vantajoso em terra fofa, como lama ou areia. Quando não há espaço suficiente para usar o método sinuoso lateral, por exemplo em um túnel, a serpente usa o método sanfona – dobrando e esticando seu corpo repetidas vezes, como um acordeão ou uma sanfona! O vídeo abaixo mostra o método sinuoso lateral:

O método mais lento de movimento da serpente é o “retilíneo”, um tipo movimento lento e reto. Com este método a serpente não precisa dobrar seu corpo de um lado para o outro. Este método de movimento é frequentemente usado por grandes pítons, jiboias e víboras quando se aproximam de suas presas em terrenos planos e abertos. Usando este método de movimento mais lento, as presas têm mais dificuldade de detectar a vinda do caçador.

Serpentes que vivem em troncos de árvores usam métodos diferentes dependendo do tipo e da textura da casca da árvore. Elas usam o método sanfona em troncos lisos, mas se dobram de lado a lado em moções ondulares se o tronco é áspero ou nodoso. As serpentes se movem mais lentamente em troncos grandes e lisos.

A maioria das serpentes botam ovos. A serpente mãe geralmente abandona os ovos depois de botá-los. A maioria das pítons se enrola em volta do seus ovos até que eles se choquem. A píton mãe não deixa seus ovos a não ser que ela precise se aquecer no sol ou beber água. Ela até “treme” para gerar calor para incubar os ovos. Que ótima píton mãe! A Cobra-Real é a campeã de todas as mães serpentes. Ao contrário da maioria das outras serpentes, ela faz um ninho e fica perto das serpentes bebês por algum tempo depois que nascem.

Cobras Venenosas (Peçonhentas)

Serpentes normalmente não matam seres humanos como comida. Nós somos muito grandes! Elas não atacam seres humanos a não ser que tenham sido machucadas ou perturbadas. A mordida de uma serpente não venenosa é na maioria dos casos inofensiva, porque seus dentes foram feitos para agarrar e segurar, e não para rasgar ou perfurar. No entanto, ainda há risco de infecção ou dano tecidual proveniente da mordida de uma serpente não venenosa, e você deve mostrar a mordida para um médico. Se você, ou um amigo seu, é picado por uma serpente venenosa, você deve imediatamente

  • Assegurar-se de que a serpente não irá morder novamente (a maioria das serpentes não vão, se são deixadas em paz). Não tente matar a serpente e o arriscar outra mordida!
  • Assegure que a vítima esteja calma. Se ninguém entrar em pânico, tudo dará certo! Fique calmo você também.
  • Chame uma ambulância, explique que alguém foi picado por uma serpente e explique exatamente onde você está.
  • Assegure que o membro picado permaneça abaixo do coração e dos outros órgãos da vítima.
  • Não dê ao paciente qualquer alimento, bebida ou medicamento até que chegue o médico. Em especial, não ofereça bebidas alcoólicas!
  • Tire o sapato, relógio ou pulseiras do membro picado, em caso de inchaço.
  • Mantenha a vítima parada.
  • Certifique-se, se possível, do tipo de serpente. Se a serpente estiver morta, mostre-a à equipe da ambulância, mas não tente matar a cobra se não for seguro fazê-lo. Uma só picada é mais que o suficiente!!

Nos EUA, eles também recomendam lavar a mordida com água e sabão, mas na Austrália eles recomendam que você não lave o ferimento. Você não deve cortar a ferida ou tentar remover o veneno.

Algumas serpentes venenosas são muito perigosas e podem matar pessoas. Uma pessoa pode precisar amputar o membro picado por uma serpente venenosa. Sendo assim, fique longe das serpentes venenosas! Das 725 espécies de serpentes venenosas no mundo, apenas 250 são capazes de matar um ser humano com uma picada. A Austrália é famosa pelas serpentes venenosas, e tem uma mordida fatal por ano. No entanto, na Índia, existem 250.000 picadas de serpentes a cada ano e 50.000 delas acabam em morte. E estes são somente os casos relatados!

Já que a mordida de uma serpente venenosa pode causar morte ou ferimento grave, é importante aprender como tratá-la rapidamente. Os passos acima demonstram o que você deve fazer. No hospital, o tratamento mais comum e efetivo é através de um anti-veneno – um soro feito com o veneno da serpente.

Serpentes de Estimação

Nos países ocidentais, serpentes mansas como a píton-real e a cobra do milho são mantidas como animais de estimação. Elas são bem baratas de manter – você não precisa gastar muito com comida para elas. Elas só precisam ser alimentadas a cada 5-14 dias e não precisam de muito espaço para viverem. Algumas destas serpentes de estimação podem viver mais de 40 anos quando bem cuidadas.

As serpentes também são parte da dieta em algumas culturas. Por exemplo, sopa de serpente na cozinha Cantonesa é famosa por ser ótima durante o outono porque mantêm o seu corpo aquecido depois de tomá-la!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *